sábado, 4 de dezembro de 2010

Planning an Observatory: Project "Astronomy with Purpose"

Planning an Observatory: Project "Astronomy with Purpose": "RDM Magazine - The Mato Grosso Best Magazine with an interview about my dream. The Project 'Astronomy with a Purpose' can´t be understood ..."

sábado, 13 de novembro de 2010

Detectando Líderes "maquiavélicos" no seio da Igreja

A Primeira vez que o termo liderança veio aos meus ouvidos ocorreu de uma forma pura, deslumbrante e profundamente pautada na Bíblia, o que me fez apaixonar pelos estilos de liderança que tiveram seu início em Moisés, passando por Neemias e culminando no maior exemplo de todos – Jesus.


Hoje, qualquer palestrante não tem como falar de liderança, sem citar os modelos bíblicos. As orientações do mestre, atravessaram os séculos, orientando à todos chamados pelo dom de liderar: "...quem quiser ser o primeiro entre vós será servo de todos" Marcos 10:44.

Porém, acompanhando alguns líderes e seus métodos de "liderar", fui exposto à minha ingenuidade, tendo de acordar de um edificante sonho para uma dura realidade – A presença do maquiavelismo no seio da igreja.

Durante um bom tempo, cri (como muitas ainda crêem) que a conquista de um cargo eclesiástico ou denominacional e o convite à exercer determinados ministérios eram essencialmente pela oração, dedicação pessoal e orientação divina. Estas três formas ainda subsistem, mas estão cada vez mais raras, demandando do povo de Deus muita atenção à métodos nada bíblicos criando sérias raízes no corpo de Cristo.

"Os fins justificam os meios, e, por isto, vale tudo para atingir os fins almejados" essa é a máxima na cabeça de muitos ditos "líderes cristãos". Tanto é verdade, que bastou as eleições presidenciais de 2010 surgirem com toda a força dos emails e twitters, para que qualquer um de nós contabilizasse centenas de mensagens em nossos correios eletrônicos com mensagens discriminatórias e difamatórias, espalhadas com a "justificativa" de prevenir a perseguição à igreja por este ou aquele presidente da república. Afinal, os "fins justificam os meios...(?!)", mas só na cabeça de Maquiavel e de todos os quanto o seguem...

Em sua Obra "O Príncipe", Nicolau Maquiavel elaborou um verdadeiro manual sobre como chegar ao poder e, mais importante, manter-se nele, de maneira eficaz. A partir da análise do comportamento humano, mostrou como um líder pode utilizar o conhecimento da natureza humana para influenciar as ações de seus liderados.

Maquiavel estudou a natureza do comportamento humano e determinou que devemos esquecer a fantasia ou a imaginação e tratar apenas da realidade, indo atrás da verdade efetiva das coisas. Para ele, as pessoas não são boas e não têm sempre comportamentos louváveis e previsíveis. Isto é verdade? Sim e Não.

Sim, porque sem Jesus as pessoas são pecadoras, desconhecem os mandamentos e vivem de forma egoísta. Não, porque ao crer em Jesus, a Mente é transformada (Rom 12:2) e assume comportamentos antagônicos com os valores seculares, os quais sejam: a longanimidade, a benignidade, a bondade, a fidelidade (Gál. 5:22b).

E é justamente nas palavras do Líder Paulo aonde encontramos a diferença entre o Líder Cristão e o Maquiavélico: Liderança Espiritual x Liderança Carnal.

A luta pelo Poder sempre será uma das maiores mazelas da humanidade. Lemos sobre golpe de Estado, e ficamos espantados com o tamanho da violência e das traições, mas nos esquecemos sobre "Golpes de Ministério" (Conheço inúmeros casos de pastores destituídos de seus ministérios pelos "colegas" de colegiado).

Não podemos nos espantar com o atual estado da Igreja Evangélica, quando muitos já gritam por uma segunda reforma. Se temos evidências que muitos líderes chegam aonde chegam pelo poder da Carne, não há como não sofrer as consequencias de tamanho pecado.

Porém, como sempre houve e sempre haverá os "remanescentes fiéis de Israel" (Sofonias 3:13), eis algumas dicas para ajudá-lo à se prevenir de ser liderado por um "maquiavélico":

1) Cuide-se com a Teoria do "não existe almoço grátis" – Perceba se algum favor, presente ou qualquer outra coisa não está sendo ofertada à você com o objetivo de “comprá-lo” ou por troca de favor que vá contra a moral e ética cristã;

2) Conheça a vida pregressa de seu líder. O ser humano tem forte tendência em repetir comportamentos, assim é conveniente conhecer o Currículo Vitae e o background de qualquer candidato à postos de liderança em qualquer nível;

3) Valorize os 3 "C's" da Liderança – O Pr. Bill Hybels sempre deixa claro que em sua igreja, um candidato à líder necessita possuir os 3 "C's" – Caráter, Competência e Combinação. De fato, são os três pilares da liderança cristã, sem qualquer um deles, os restantes irão abaixo;

4) Conheça a Família do Líder – "Nenhum sucesso justifica o fracasso no lar" é uma máxima verdadeira. Como o líder trata seu cônjuge? Seus filhos? Já se viu envolvido em escândalos sexuais? (1 Timóteo 3:4)

Conheço um caso verídico, ocorrido em uma igreja brasileira, que tem todos os elementos para se repetido inúmeras vezes. Durante uma sucessão pastoral, a Igreja "x" optou por escolher seu novo líder apenas pelo currículo. Como sempre, a história é a seguinte: "Esposa ministra de música", "pastor com doutorado na instituição 'y', 'n' viagens ao exterior, entre outras valorizações de títulos". Ora, com tantas exigências curriculares, sobraram poucos candidatos possíveis à eleição, afunilando as opções em um único nome que preenchia todos os “requisitos pré-determinados”. E assim, lá se foi a igreja contrariando todos os ensinos do Mestre, valorizando o "Ter" mais do que o "Ser"... O final da história? Catástrofe !!!

O mais triste desta história, é que ela ocorreu mais vezes do que gostaríamos de ouvir. É hora de aprendermos a lição da importância da Liderança Bíblica para o exercício do Ministério de Deus. O ditado popular diz que "O Sábio aprende com o erro dos outros, e o Tolo com seus próprios erros".

Liderança sempre foi e sempre será um tema relevante. Vivemos dias de grande carência de Líderes, mas não de líderes "maquiavélicos" e sim líderes cristãos de verdade. Necessitamos de liderança que investigue os modelos bíblicos e adotem como estilo de vida e trabalho. Líderes que associem o conhecimento à prática, que vivam sobre a Graça de Jesus e na dependência do Espírito.

Não tenho a pretensão de esgotar o tema como se fosse a última palavra no assunto. Apenas levantar um assunto que tenho por relevante. Na busca da perfeição como Líder Cristão não perderei meu tempo adotando Maquiavel, mas sim investindo na leitura de Hunter, Maxwell e sobretudo, a Bíblia. Modelos eficazes para um líder espiritualmente eficaz.

--------------------------------------------------------------------------------



Eduardo Baldaci de Lima, 44 anos, casado com a Educadora Religiosa Kely Baldaci e Pai de Cyro Eduarddo e Gabryella Kelly, é Pastor Batista desde 1992, cursou o Seminário Teológico Batista de Niterói, graduado em Liderança pelo Haggai Institute em Maui, Hawaii em 2006. Astrônomo Amador Criacionista, sendo um dos 5 registrados pela NASA / JPL no Brasil, apresentador do Programa "De Olho no Céu" na TV. Ass. Leg. MT. Atua desde 2004 como Ouvidor Público no Governo de Mato Grosso, estando no momento como Ouvidor da SEC. ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MATO GROSSO.



Contato: www.eduardobaldaci.com/ Twitter: @eduardobaldaci







Via: www.guiame.com.br

domingo, 31 de outubro de 2010

Como posso conhecer o meu Destino

Mensagem pregada na PIB CUIABÁ, MT 31 de Novembro de 2010

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Fazer a coisa certa, no tempo certo, com fé em Deus é a lição do culto semanal



O tradicional culto semanal no Palácio Paiaguás, nesta terça-feira (26.10), foi conduzido pelo pastor Eduardo Baldaci de Lima, da 1ª Igreja Batista de Cuiabá, e teve como tema os dons de Deus, concedidos à nós, que devem ser usados para o bem e de forma certa.
A base para a reflexão foi uma passagem de Ester na qual diz “E quem sabe se não foi para tal tempo como este que chegastes ao reino” (Ester: 4, 14). O pastor destaca que Ester era uma mulher do povo, que se casou como rei e se tornou rainha. Hamã, começou orientar o rei a perseguir o povo de Israel, quando chegou até Ester o bilhete pedindo que ela intercedesse, junto ao rei. Esse bilhete contando as perseguição condoeu o coração de Ester que resolveu ajudar.
Será que Deus não nos concedeu um dom, o nosso dom, para interferir, para superar aquilo que nos incomoda, como fez com Ester? Mas antes de agir Ester chamou Mardoqueu e pediu que juntasse todos judeus que se achavam em Susã e orasse e jejuasse por ela por três dias.
Essa é outra lição, ressalta Baldaci: temos que tirar um tempo para Deus. Antes de tomar qualquer decisão temos que orar, pedir a Deus que ajude a fazer a coisa certa. Esse orar é reconhecer o papel da fé e sempre lembrando que “Deus nos coloca no certo para fazer a coisa certa”.
Junto com a oração de exaltação, todos recitaram o Pai Nosso, a oração que o Cristo nos ensinou. Participaram servidores das secretarias Casa Civil, Secom e Gabinete do Governador Silval Barbosa.

domingo, 17 de outubro de 2010

Afinal de Contas, do lado de quem "Deus está"?




















Após receber centenas (por que não dizer milhares...) de emails com boatos, ameaças, acusações contra candidatos nas eleições de 2010, resolvi escrever o presente desabafo em forma de artigo.

Charge Norte-americana aonde diz que a Hillary era a mensageira do anti-cristo.

A Bíblia diz que "Deus não é Deus de confusão", então logo de cara, a confusão que a igreja brasileira aprontou sobre o assunto já entristeceu com toda certeza o coração de Deus. A Bíblia diz também que em "Deus não há sombra de variação", ou seja, a Vontade de Deus não muda de uma hora para outra.

Me lembro nitidamente que nas eleições de 2006, uma candidata (pastora) ao senado disse que "Deus havia revelado que ela seria senadora do Brasil". Ocorre que a pastora sequer ficou em terceiro lugar na disputa à cadeira. Quando Deus fala, Ele cumpre.

Já ouvi muitas besteiras em nome da fé (ou seria da sede de poder ): "Crente que não vota em crente comete pecado", "Deus pesa sua mão em quem não vota em irmão"... argh são tantas, que nem vou citar todas...

Como nunca vendi meus votos por nada, e sou daqueles que nunca cedeu seu púlpito para discursso político.  Meu desencanto com os "irmãos políticos" começou com um problema simples: Era Pastor no Rio de Janeiro, apoei um amigo apenas com a pretensão de ter alguém para recorrer para sugerir leis, projetos ou cobrar a execução dos mesmos. Numa noite, fui chamado à um hospital para uma visita fora de hora, sendo devidamente barrado. A alegação do hospital é que a Lei estadual e federal que permite visita em centros de internação coletiva não "valia naquele recinto". Recorri ao meu "deputado" e ouvi dele: "Problema seu, você não soube abordar a direção do hospital". Um vereador dito "incrédulo" foi quem resolveu a situação, criando uma lei municipal. Meses se passaram, e o irmão deputado foi estampado no JN em escândalo de proporções nacionais.

Pregando para um outro amigo político, ouvi a seguinte declaração: "Vou aceitar Jesus, mas antes preciso deixar a política, pois os ensinos de Jesus são incompatíveis com os meandros da política". Anos se passaram, ele deixou a política e se tornou um atuante líder de igreja.

Infelizmente, o Aprisco das Ovelhas tem se transformado em um "curral eleitoral". O pior, os motivos para votar num candidato são os mais ridículos possíveis: "Ele é dono de uma rádio evangélica", "Ele tem uma gravadora e manda uns cantores para nossos cultos", "Vamos ter um show evangélico de graça". Isto para não falar de bancos, tijolos, cimento e outras coisas inimagináveis.

Acabei de assistir "Tropa de Elite 2" e em minha mente ainda ecoa algumas declarações que demonstram verdades que não queremos ver: O sistema é podre !!! E se falamos de política, sempre falaremos de sistema. E quando misturamos o assunto com religião, não podemos ter a ilusão de que não haja um "sistema religioso com intenções políticas" ou um "sistema político com intenções religiosas".

A Igreja definitivamente se esqueceu dos princípios da reforma e da Bíblia. Da reforma por uma questão histórica e da Bíblia por uma questão de valores espirituais. Entretanto, diz o adágio popular que "Quem esqueceu as lições do passado está fadado à cometer os mesmos erros no futuro".

Jesus tantas vezes disse que "... o reino de Deus não consiste em palavras, mas em poder espiritual" e "O meu Reino não é deste mundo; se o meu Reino fosse deste mundo, pelejariam os meus servos, para que eu não fosse entregue aos judeus; mas agora o meu Reino não é daqui."

Na Wikipledia lemos: "A separação Igreja-Estado é uma doutrina política e legal que estabelece que o governo e as instituições religiosas devem ser mantidas separadas e independentes uns dos outros. A expressão se refere mais freqüentemente a combinação de dois princípios: secularismo do governo e liberdade religiosa".

A Campanha 2010 veio fazer um raio X da Igreja ( e aqui, sem separação da Católica e Evangélica).

A católica que historicamente apoiou o PT, agora começou a atacar a candidata Dilma. Don Luiz Gonzaga declarou em uma carta: "Recomendamos a todos verdadeiros cristãos e verdadeiros católicos a que não dêem seu voto à Senhora Dilma Rousseff e demais candidatos que aprovam tais “liberações”, independentemente do partido a que pertençam."

A evangélica demorou à acordar para o assunto, e quando o fez, complicou de vez a cabeça do povo evangélico brasileiro. Silas Malafaia apoiou Marina e depois voltou atrás, apoiando José Serra, ou "Zé do Bem". Manoel Ferreira declarou em carta aberta apoio ao PT e Dilma: "Reitero neste momento a nossa posição de apoio total e irreversível à candidatura de Dilma Rousseff à Presidência da República Federativa do Brasil, com a certeza de que estamos no rumo certo do sucesso… dos princípios éticos cristãos, sendo estes inequivocamente a base para a vitória que todos queremos os quais são defendidos reiteradamente por Dilma Rousseff."


Jornal "O Dia" estampa na capa de domingo dia 16 de outubro, suposto aborto da mulher de Serra. Mais lenha na fogueira....







Até mesmo os mais conservadores como os Batistas (que não possuem "papas" ou "bispos") entraram na "briga". Paschoal Piragine fez declaração que bateu recorde de exibição no Youtube. Não podemos esquecer dos que apoiaram Marina, dizendo que havia profecias de que ela ganharia para presidente do Brasil!!!

Vídeo aonde Serra defende União entre pessoas do mesmo sexo



















Em Síntese, Dilma faz a mesma coisa...


Marina, fez estas declarações....

Afinal de contas, quem "Deus" está apoiando (se é que Deus apoia candidatos?) nesta campanha?

Feliz é a Nação cujo Deus é o Senhor, assim diz a Bíblia. Porém o que fazer se nenhum dos candidatos é "Servo do Senhor"?

Quando olhamos os dois candidatos ao segundo turno, em qual devemos votar ? Dilma? Serra?

Antes, gostaria de falar de alguns princípios cristãos que foram "esquecidos" durante a campanha (se é que não estão sendo esquecidos no dia a dia da vida de milhares de religiosos?)


1) Deus condena a Mentira - Quando passamos à diante um fato que não é comprovado em sua veracidade, acabamos nos fazendo de mentirosos. O diabo é o pai da mentira (João 8:44)

2) A Calúnia é Pecado - "Nos últimos dias sobrevirá tempos difíceis; pois os homens serão... caluniadores... Foge também destes” (2Tm 3.1-5)”Não espalharás notícias falsas... Da falsa acusação te afastarás..." (Ex 23.1,7)

”Seis cousas o Senhor aborrece... testemunha falsa que profere mentiras, e o que semeia contendas entre os irmãos.” (Pv 6.16,19)
"A falsa testemunha não fica impune, e o que profere mentiras perece”(Pv 19.9)

3) Cuidado com os Falsos Profetas - “Sabe que, quando esse profeta falar em nome do Senhor, e a palavra de se não cumpri, nem suceder, como profetizou, esta é a palavra que o SENHOR não disse; com soberba, a falou o tal profeta; não tenha temor dele.” (Dt 18.22)

- Falam para agradar seus ouvintes ou “patrões” ( I Rs 22.1-6 );

- Falam sem serem autorizados por Deus ( Ez 13.1-9 );

- Suas profecias tendem a afastar o povo da Palavra de Deus ( Dt 13.1-4 );

- Sempre estão procurando tirar vantagens dos seus “dons” ( Nm 22.7; Jd 11 );

4) Cuidado com Líderes com "segundas intenções" - "Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, ... " I Tim 4

5) Preconceito e perseguição Religiosa - Embora bem visível no Velho Testamento, na era da Graça neo-testamentária, vemos a "política" da Graça e do Amor. Preconceito só gera preconceito. "Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas." Mateus 7:12

Eu poderia ainda dizer inúmeros ditados populares tais como: "os fins não justicam os meios", etc.. Poderia dizer que o mundo não está indo de mal à melhor, mas sim de Mal à pior segundo as profecias bíblicas.

Sinceramente, ando desconfiado que tanto apoio deste ou daquele líder religioso não esteja associado à promessas de concessão de rádios e canais de Tv. Isso só o futuro dirá.

Muito além do aborto, drogas e casamento homossexual já nos deparamos com assuntos contra os quais a igreja ficou calada: "Dólares na cueca", "questões do oriente médio", "a falta de atendimento médico adequado ás nossas próprias ovelhas", "questões ambientais sérias tais como desmatamento e queimadas", "drogas, bullying e violência crescente nas escolas atingindo nossas crianças e adolescentes"...Não nos esqueçamos dos "mensalões"... Há tantas questões para a Igreja se pronunciar !!!


Me sinto envergonhado quando vejo a Mídia cheia de pastores chamando outros de "safados". Me dá nojo em saber que há interesses ocultos, maquiados com santidade. Porém, mesmo neste momentos de crise na igreja, nem tudo esta perdido. Um manifesto de líderes neutros, mostra que ainda há um remanescente fiel em Israel.

Assim, vou até às urnas no dia 31. Não com minha cabeça feita por este ou aquele pregador. Não com meu voto vendido. Não com "rabo preso". Vou votar num incrédulo(a) ( os dois o são, pois não possuem Jesus como Senhor e Salvador). Vou orar para que Deus tenha Misericórdia de nossa Nação. Vou confiar que no Passado, Deus usou líderes incrédulos para os Seus Propósitos. Vou Crer na Soberania de Deus. Vou Crer nesta Promessa: ""O coração do rei está na mão do Senhor; inclinálo-á para onde quiser" (Pr 21,1)

Parafraseando o Senador Magno Malta, digo: "Não estamos escolhendo um bispo, um papa, uma sacerdotisa ou qualquer outro líder religoso para o Brasil. Estamos escolhendo um Presidente(a) e o que devemos olhar são os planos de governo e não questões religosas".

“Procurai a paz da cidade para onde vos fiz transportar e orai por ela ao SENHOR, porque, na sua paz, vós tereis paz.” Jeremias 29.7

Silas Malafaia, comete crime político e defende José Serra...



A Ala mais conservadora da Assembléia de Deus (A Madureira) apóia Lula e Dilma...





O autor é Pastor Evangélico Batista Tradicional desde 1992, graduado Internacional do Haggai Institute, Ouvidor Público e apresentador do Programa "De Olho no Céu".

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Manifesto Evangélico por um Processo Eleitoral Ético

Nós, evangélicos e evangélicas, brasileiros, eleitores e cidadãos comprometidos com a verdade e a justiça, manifestamos profeticamente as nossas rejeições e defesas diante da onda de conservadorismo que se abateu sobre o país nesse processo eleitoral.

Rejeitamos os posicionamentos de alguns líderes evangélicos, que em vez de preparar cidadãos, com plenos conhecimentos de seus direitos e deveres, encaminham seus fieis para um exercício equivocado da fé.

Rejeitamos a disseminação de boatos e inverdades com fim de manipular o eleitorado.

Rejeitamos a manipulação, seja ela de que forma for, e a redução das questões cruciais e relevantes no processo eleitoral a temas presos ao mero moralismo.

Rejeitamos o uso da fé como instrumento de manipulação política no momento em que temas como erradicação da pobreza, sustentabilidade ambiental e desigualdade social precisam ser discutidos pela sociedade.

Rejeitamos o papel da mídia, que dá voz e espaço, para que a onda de conservadorismo ganhe visibilidade, desviando o foco das propostas dos candidatos.

Rejeitamos a demonização dos candidatos e partidos, além do processo eleitoral.

Rejeitamos a difusão de informações equivocadas dos papéis que cabem ao Executivo e ao Legislativo no país.

Rejeitamos qualquer forma de intolerância religiosa.

Dessa forma, defendemos que as eleições devem girar em torno das questões programáticas e dos planos de governo.

Defendemos, como herança do Protestantismo, a manutenção e o fortalecimento do Estado Laico.

Defendemos a necessidade de uma reforma política e eleitoral que leve o Brasil, do sistema proporcional, no máximo, ao distrital misto, para que os candidatos tenham vínculos comunitários.

Defendemos o aprofundamento do Estado de Direito e a consecução do estabelecimento do Estado de Equidade social, política e econômica.

Defendemos uma Igreja independente, que não se submeta aos interesses políticos e eleitorais. Ao contrário, que exerça sua função profética produzindo cidadãos livres e conscientes de seu papel cívico.

Defendemos a manutenção e o avanço das conquistas sociais que, nos últimos anos, fizeram com que uma parcela significativa de brasileiros saísse dos níveis de pobreza inaceitáveis em que viviam.

Defendemos a manutenção de políticas públicas que promovam a erradicação da pobreza e a maior igualdade entre os brasileiros.

Por fim, assumimos o compromisso de continuarmos orando e contribuindo solidariamente com a construção de um Brasil sustentável, economicamente viável e socialmente justo.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Falso Pastor põe fogo no atrito milenar entre Cristãos e Mulçumanos














Um verdadeiro Falso Profeta, é como poderiamos denominar o Pastor Batista Terry Jones de Gainsville, Flórida, após seu discurso sugerindo que cópias do Alcorão sejam queimadas em todo o mundo no próximo sábado 11 de setembro.  Mr. Jones é na realidade um gerente de hotel aposentado, com cerca de 58 anos, que alimenta um preconceito muito grande contra outras religiões.

Tamanha falta de sabedoria resultou na resposta do Mundo Islâmico que prometeu sérias retaliações contra este gesto do nobre "pastor". Além de ter colocado as tropas americanas em alto risco, Jones teve o seguro de sua igreja cancelado, pois a compania de seguros teme pelas consequências do ensane pregador.

Quem visita o site da igreja deste fanático - http://www.doveworld.org/ encontra logo de cara a capa do livro intitulado "O Islan é do diabo".

E como o Pastor Jones encontrou adeptos de sua idéia maluca, há rumores de que haverá queima de exemplares do livro sagrado dos mulçumanos muito próximo do Marco Zero e da Mesquita que está para ser construída em Nova York.

Em nenhum lugar na Bíblia, nós os cristãos evangélicos, somos comissionados à criticar e perseguir outras religiões, queimando seus escritos sagrados. Podemos discordar dos escritos do Alcorão, assim como discordamos do Evangelho segundo Kardec e dos livros apócrifos da Igreja Católica, porém nossos esforços na evangelização devem sempre ser realizados com amor e com orações intercessórias, promovendo um clima de paz e de testemunho eficaz do caráter de Cristo nos pregadores do Santo Evangelho.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Aprender ouvir os planos de Deus é tema do culto semanal


O culto ecumênico semanal no Palácio Paiaguás, nesta terça-feira (17.08), conduzido pelo pastor Eduardo Baldaci de Lima, da Igreja Batista, núcleo CPA, abordou o capítulo 31 de Provérbios, tendo como tema que “todos nós devemos aprender ouvir os planos de Deus”.



Em Provérbios, Salomão, que tinha a sabedoria, no capítulo 31 diz: “Fale a favor daqueles que não podem se defender. Proteja os direitos de todos os desamparados. Fale por eles e seja um juiz justo. Proteja os direitos dos pobres e dos necessitados. Como é difícil encontrar uma boa esposa! Ela vale mais do que pedras preciosas! O seu marido confia nela e nunca ficará pobre. Em todos os dias da sua vida, ela só lhe faz o bem e nunca o mal. Está sempre ocupada, fazendo roupas de lã e de linho. De lugares distantes ela traz comida para casa, como fazem os navios que carregam mercadorias. Ela se levanta de madrugada para preparar comida para a família e para dar ordens às empregadas. Examina e compra uma propriedade com o dinheiro que ganhou e faz nela uma plantação de uvas. É esforçada, forte e trabalhadora. Conhece o valor de tudo o que faz e trabalha até tarde da noite. Ela prepara fios de lã e de linho para tecer as suas próprias roupas. Ajuda os pobres e os necessitados.” (Provérbios: 31, 8-20)


O que ele pede? Pede sabedoria, mesmo sendo um sábio; pois – antes de ser sábio – era um servo de Deus. “Nós – destaca o pastor – devemos também, antes de sermos chefe, procurar ser um líder”. O líder não é aquele que ‘manda’, mas sabe ouvir. Ouvir as pessoas mais necessitadas, para ajudar, como pede Salomão; e aprender a ouvir o plano de Deus, que nos reservou.

Em seguida o pastor Eduardo Lima lembrou da passagem na qual o Cristo ensina que devemos fazer aos outros aquilo que gostaríamos que nos fizesse. Que sejamos líder, como servo, façamos o que o Cristo nos ensina. O culto encerrou com o Pai Nosso, a oração que o próprio nos ensinou. Participaram servidores das secretarias Casa Civil, Secom e Gabinete do Governador.

sábado, 10 de julho de 2010

“Como evitar os desentendimentos?”

Mensagem 09

Tiago 4:1-10

I – A CAUSA DOS DESENTENDIMENTOS:

“Donde vêm as guerras e contendas entre vós? Porventura não vêm disto, dos vossos deleites, que nos vossos membros guerreiam?” vs. 1

TRÊS DESEJOS CAUSADORES DE DESENTENDIMENTOS:

• O DESEJO DE TER (Posses)

“Cobiçais e nada tendes; logo matais. Invejais, e não podeis alcançar; logo combateis e fazeis guerras. Nada tendes, porque não pedis” Vs

• O DESEJO DE SENTIR (Prazeres)

“...para o gastardes em vossos deleites.” Vs.3b

• O DESEJO DE SER (Orgulho e Poder)

Porque não podemos cumprir todos os nossos desejos?

“Cobiçais e nada tendes; logo matais. Invejais, e não podeis alcançar; logo combateis e fazeis guerras. Nada tendes, porque não pedis. Pedis e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes em vossos deleites” vs 2,3

Conflitos com Deus
“Todavia, dá maior graça. Portanto diz: Deus resiste aos soberbos; dá, porém, graça aos humildes.” Vs 6

II – A SOLUÇÃO PARA OS DESENTENDIMENTOS: HUMILDADE“.,.porém, graça aos humildes. Humilhai-vos perante o Senhor, e ele vos exaltará.” VS 6 & 10

III – PASSOS PARA RESOLVER CONFLITOS

1 – ENTREGUE-O PARA DEUS

“Sujeitai-vos, pois, a Deus...” vs 7a

“E a paz de Cristo, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos.” Col.3:15

2 – FIQUE ESPERTO COM O INIMIGO

“...mas resisti ao Diabo, e ele fugirá de vós” vs 7b
“...porque não ignoramos as suas maquinações.” II Co.2:11

3 – AUMENTE SUA APROXIMAÇÃO DE DEUS

“Chegai-vos para Deus, e ele se chegará para vós” vs 8 a
“Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti” Is.26:3

4 – SEJA HÁBIL EM PEDIR DESCULPAS

“Limpai as mãos.., purificai os corações.” Vs 8b

“Senti as vossas misérias, lamentai e chorai; torne-se o vosso riso em pranto, e a vossa alegria em tristeza.” Vs 9

“...nada façais por contenda ou por vanglória, mas com humildade cada um considere os outros superiores a si mesmo; não olhe cada um somente para o que é seu, mas cada qual também para o que é dos outros. Tende em vós aquele sentimento que houve também em Cristo

PARE DE BRINCAR DE SER DEUS

Mensagem – 11

“Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Quem fala mal de um irmão, e julga a seu irmão, fala mal da lei, e julga a lei; ora, se julgas a lei, não és observador da lei, mas juiz. Há um só legislador e juiz, aquele que pode salvar e destruir; tu, porém, quem és, que julgas ao próximo?” (Tiago 4:11-12)


I - JOGAMOS COM DEUS QUANDO JULGAMOS OUTRAS PESSOAS

I. POR QUE GOSTAMOS DE JULGAR AS PESSOAS?
1. DESCULPAR NOSSAS PRÓPRIAS FALHAS
" E tu, ó homem, que julgas os que praticam tais coisas, cuidas que, fazendo-as tu, escaparás ao juízo de Deus?” Rom. 2:3

2. É SINAL DE FALTA DE AMOR
" As palavras do difamador são como bocados deliciosos, que descem ao íntimo do ventre.!" Prov. 26:22 (GN)

II. POR QUE EU NÃO DEVO JULGAR OS OUTROS?

* é ANTI-CRISTÃO
" Irmãos, não faleis mal uns dos outros.”

* É SINAL DE FALTA DE AMOR
" Quem fala mal de um irmão, e julga a seu irmão, fala mal da lei, e julga a lei; ora, se julgas a lei, não és observador da lei, mas juiz.” (vs. 11)

“Todavia, se estais cumprindo a lei real segundo a escritura: Amarás ao teu próximo como a ti mesmo, fazeis bem.” Tia.2:8

* É INJUSTIFICÁVEL
" Há um só legislador e juiz, aquele que pode salvar e destruir; tu, porém, quem és, que julgas ao próximo?”

III. QUANDO É ERRADO JULGAR OS OUTROS?
1. FAÇO OU COMETO O MESMO ERRO_ (Rom. 2:1-3)
2. ESQUEÇO QUE SOU PECADOR (Mat. 7:3-5)
3. CONCLUO PELA APARÊNCIA (Jo. 7:24)
4. ANTES DE OUVIR A PESSOA (Jo. 7:51)
5. SÓ VEJO O EXTERIOR DA PESSOA (Col. 2:16)
6. FALO MAL DE OUTRO CRISTÃO (Tia. 4:11)
7. QUESTIONO AS MOTIVAÇÕES DOS OUTROS (1 Cor. 4:5)

IV. COMO PARAR COM O HÁBITO DE JULGAR O OUTRO?
1. RELEMBRANDO QUE SEREI JULGADO COM A MESMA INTENSIDADE

" Não julgueis, para que não sejais julgados. Porque com o juízo com que julgais, sereis julgados; e com a medida com que medis vos medirão a vós.” Mat. 7:1-2

2. TODOS PRESTAREMOS CONTAS À DEUS
" Assim, pois, cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus. Portanto não nos julguemos mais uns aos outros; antes o seja o vosso propósito não pôr tropeço ou escândalo ao vosso irmão.” Rom. 14:12-13

3. LEMBRANDO DO GRANDE PERDÃO DE DEUS SOBRE MINHA VIDA
" ... a misericórdia triunfa sobre o juízo.."Tia. 2:13
Mat. 18:21-35

É Preciso saber perder


"Se te mostrares fraco no dia da angústia, é que a tua força é pequena.”

Durante sua coletiva, Dunga declarou algo que considero errado para um líder: “Ninguém se prepara para a Derrota, todos se preparam só para a Vitória”.
Pois bem, aqui está o diferencial. A vida não é só ganhar, por mais que esse seja o desejo de todos em todas as áreas da vida.
Não precisamos aprender a vencer, mas sempre precisamos aprender à perder. Rir, gritar de alegria, é algo fácil. O difícil é chorar, refletir sobre os erros para não cometê-los novamente. Afinal, a vida é assim: Perdemos um emprego, perdemos um ente querido, perdemos um(a) namorado(a)… É Impossível ganhar sempre. Ninguém, em lugar algum, ganha sempre.

Enquanto líderes só focarem no resultado positivo, suas equipes amargarão grandes derrotas.
Toda equipe precisa ter saúde emocional para enfrentar as crises (econômicas, emocionais,institucionais, etc…). É uma nobre virtude saber perder. Uma derrota pode nos ensinar muitas lições para vitórias futuras.
Não foi bom para a Seleção ganhar todos os jogos, sem perder um sequer. Nossos jovens e talentosos jogadores não experimentaram o sabor da derrota e, assim, não tiveram a chance de aprender que ninguém é “invencível, infalível, imbatível”. Se tivéssemos perdidos outros jogos quando podíamos perde-los, talvez estivéssemos classificados neste momento.
O que fazer agora? Não dá para voltar para a Copa, a nação chora e reclama, afinal perdemos mais uma vez. A vida é assim, não dá para mudar muitas derrotas, mas podemos nos preparar melhor para os novos desafios.
Meu(nosso) coração(ões) de Brasileiro(s) está(ao) partido(s). Nosso país só sabe ganhar, e ganhar de goleada. Um retrato do coração sentimental do nosso povo que sempre quer ganhar. A derrota nos machucou, mas não temos como fugir dela.
A vida é um jogo, temos bons e maus momentos. Temos que driblar problemas e adversários a cada dia. Há momentos de vitória, mas há muitos momentos de derrotas.
E agora José? A Festa acabou, o povo sumiu, a luz se apagou... Bola prá frente, pois a vida é feita de Vitórias e Derrotas e precisamos aprender a conviver com as duas.